Fm 1

Fm 1:1 Paulo (um prisioneiro- acorrentado de Jesus Cristo) e Timóteo (o [nosso] irmão), a Filemom (o amado, e nosso parceiro- de- trabalho),
Fm 1:2 E a Áfia (a amada), e a Arquipo (nosso soldado- companheiro), e à assembleia [que está] n[a] tua casa:
Fm 1:3 Graça a vós outros, e paz, provenientes- de- junto- de Deus ([o] nosso Pai) e [de o] Senhor Jesus Cristo.
Fm 1:4 Expresso [toda a] gratidão ao meu Deus, sempre menção de ti fazendo ao tempo de minhas orações
Fm 1:5 ([Em] ouvindo [eu] do teu amor e [d]a fé que tens em direção a o Senhor Jesus e para com todos os santos),
Fm 1:6 Para que o partilhamento da tua fé se torne eficaz- poderoso dentro de [o] pleno- reconhecimento de toda [a coisa] boa que [há] em vós em direção a Cristo Jesus;
Fm 1:7 Porque grande gozo temos, e consolação, sobre o teu amor, porque as entranhas dos santos têm sido recreadas através de ti, [ó] irmão.
Fm 1:8 Por isso, [ainda que] grande confiança em [o] Cristo tendo [eu] para te ordenar aquilo [que te está] convindo,
Fm 1:9 [Todavia,] por causa do amor, muito mais [te] peço, um tal sendo eu como Paulo ([o] velho), e, agora, também um prisioneiro- acorrentado de Jesus Cristo;
Fm 1:10 Peço-te a respeito de *meu* filho que gerei nas minhas correntes- de- aprisionamento - Onésimo,
Fm 1:11 O qual, em tempos passados, para ti [foi] inútil, mas, agora, a ti e a mim [é] muito útil; o qual eu [te] enviei de volta.
Fm 1:12 Portanto, a ele (isto é, às *minhas próprias* entranhas), recebe *tu*;
Fm 1:13 Ao qual *eu* queria para mim mesmo conservar, a fim de que em teu lugar ele me sirva nas [minhas] correntes- de- aprisionamento do evangelho,
Fm 1:14 Mas, sem o teu parecer, nada quis eu fazer, a fim de que o teu benefício tenha sido não como [se fosse] por necessidade, mas d[a tua] vontade.
Fm 1:15 Pois, talvez, em razão disto, [porventura] foi ele separado [de ti] por [algum] tempo, a fim de que para sempre o tenhas [para ti mesmo],
Fm 1:16 Não mais como escravo, porém, acima de escravo, [como] um irmão amado, particularmente de mim e, quanto muito mais, de ti, assim n[a] carne como em [o] Senhor?
Fm 1:17 Se, pois, me contas como companheiro, recebe-o como a mim mesmo.
Fm 1:18 Se, porém, em qualquer coisa ele te causou prejuízo ou te deve [alguma coisa], isso põe- à- conta minha.
Fm 1:19 *Eu*, Paulo, escrevi [isto] d[a] minha própria mão; *eu* [te] pagarei- de- volta (para que eu não te diga que, até mesmo a ti próprio, a mim te deves também).
Fm 1:20 Sim, ó irmão, [ah] que *eu* de *ti* receba proveito em [o] Senhor. Recreia tu as minhas entranhas em [o] Senhor.
Fm 1:21 Tendo eu confiado em a tua obediência, te escrevi, tendo eu sabido que, ainda mais do que eu digo, farás.
Fm 1:22 E, ao mesmo tempo, prepara-me também pousada, porque espero que, através das vossas orações, vos serei concedido.
Fm 1:23 Saúdam-te Epafras (meu companheiro- de- prisão em Cristo Jesus), [e]
Fm 1:24 Marcos, Aristarco, Demas, [e] Lucas, os meus parceiros- de- trabalho:
Fm 1:25 A graça de [o] nosso Senhor Jesus Cristo [seja] com o vosso espírito! Amém.

LTT: Bíblia Literal do Texto Tradicional Receptus, sem notas