Tg 4

Tg 4:1 De onde [vêm] [as] guerras e pelejas [que há] entre vós? [Porventura] não [vêm] disto: provenientes- de- dentro- das vossas dedicações aos prazeres, aquelas guerreando nos vossos membros?
Tg 4:2 Desejais- ardentemente e nada tendes. Matais, e ardeis- de- inveja- e- desejo- de- ter, e nada podeis alcançar. Combateis e guerreais, todavia nada tendes, por causa do vosso não pedir.
Tg 4:3 Pedis e não recebeis, porque pedis mal, a fim de, dentro d[as] vossas dedicações aos prazeres, gastardes [isso].
Tg 4:4 Ó adúlteros e ó adúlteras! Não tendes [vós] sabido que a amizade do mundo inimizade [contra] Deus é? Todo- e- qualquer- homem, pois, que determinar-se amigo ser do mundo, inimigo de Deus é constituído.
Tg 4:5 Ou supondes vós que em vão a Escritura fala? Em direção à inveja anela o Espírito que tomou habitação em nós?
Tg 4:6 Maior graça, porém, Ele dá. Portanto Ele diz: "Deus, contra [os] soberbos, a Si mesmo dispõe- em- ordem- de- batalha; mas, a[os] humildes, dá graça."
Tg 4:7 Sujeitai vós mesmos, pois, a Deus. Resisti ao Diabo, e ele fugirá para- longe- de vós.
Tg 4:8 Chegai- vizinho a Deus, e Ele chegará- vizinho a vós outros. Tornai limpas [as vossas] mãos, ó pecadores! E tornai puros [os vossos] corações, ó [vós] de coração dobre!
Tg 4:9 Senti as [vossas próprias] misérias, e lamentai, e chorai. O vosso riso para dentro de pranto seja volteado, e o [vosso] gozo [seja volteado] para dentro de [fisionomia- caída- de]- tristeza.
Tg 4:10 Sede tornados humildes aos olhos de o Senhor, e Ele vos exaltará.
Tg 4:11 Não faleis mal uns dos outros, ó irmãos. Quem está falando mal de um irmão e julgando ao seu irmão, fala mal contra [a] lei e julga [a] lei. Se, porém, à lei julgas, [já] não és cumpridor d[a] lei, mas juiz [dela];
Tg 4:12 Há um [só] Legislador, que pode salvar e fazer perecer: *Tu*, quem és, que julgas ao outro?
Tg 4:13 Ide agora, vós que estais dizendo: "Hoje, ou amanhã, iremos para dentro de tal cidade, e continuaremos lá um [só] ano, e negociaremos- comprando- e- vendendo, e ganharemos."
Tg 4:14 ([Vós], que não sabeis o que [acontecerá] no amanhã!... Porque, de- qual- natureza [é] a vossa vida? Porque um vapor ela é, [que] por um pouco [está] aparecendo e, depois, [está] sendo desvanecido),
Tg 4:15 Em lugar do vosso dizer [ser]: "Se o Senhor quiser, então viveremos e faremos isto ou aquilo;"
Tg 4:16 Agora, porém, vos regozijais n[as] vossas presunções. Todo regozijo deste tipo maligno é;
Tg 4:17 Portanto, para [aquele] tendo sabido [o] bem fazer e não [o] fazendo, pecado para ele [isto] é.

LTT: Bíblia Literal do Texto Tradicional Receptus, sem notas