Ap 15

Ap 15:1 E vi outro grande e admirável sinal no céu: sete anjos, tendo sete flagelos, [que são] os últimos ( porque, nestes [flagelos], foi consumada a ira de Deus).
Ap 15:2 E vi como [se fosse] um mar de vidro tendo sido misturado com fogo; e [vi] aqueles [que estão] saindo vitoriosos (para- fora- da Besta- Feroz, e para- fora- da imagem dela, e para- fora- da marca- sinal dela, [e] para- fora- do número de o nome dela) tendo eles se postado- de- pé sobre o mar de vidro, tendo as harpas de Deus.
Ap 15:3 E cantam o cântico de Moisés, escravo de Deus, a saber, o cântico do Cordeiro, dizendo: "Grandes e maravilhosas [são] as tuas obras, ó Senhor Deus, o Todo-Poderoso! Justos e verdadeiros [são] os teus caminhos, [Tu], o Rei dos santos.
Ap 15:4 Quem [há que] não Te não tema, ó Senhor, e glorifique o Teu nome? Porque só [Tu és] santo; por isso todas as nações virão e adorarão diante de Ti, porque [já] os Teus [justos] juízos foram manifestos."
Ap 15:5 E, depois disto, olhei, e eis que foi aberto o lugar- santo do Tabernáculo do testemunho, no céu.
Ap 15:6 E saíram os sete anjos (tendo os sete flagelos) provenientes- de- dentro- do lugar- santo, tendo eles se vestido de linho puro e branco- resplandecente, e tendo sido cingidos ao redor (ao redor dos [seus] peitos) com cintos de ouro.
Ap 15:7 E uma [só] proveniente- de- entre as quatro criaturas viventes deu aos sete anjos sete taças de ouro, estando [elas] cheias da ira de Deus, o Qual [está] vivendo para os séculos dos séculos.
Ap 15:8 E foi enchido o lugar- santo com [a] fumaça proveniente- de- dentro- da glória de Deus e proveniente- de- dentro- do Seu poder. E nenhum homem podia entrar para o lugar- santo, até que fossem consumados os sete flagelos dos sete anjos.

LTT: Bíblia Literal do Texto Tradicional Receptus, sem notas