Sl 75

Sl 75:1 [Para o músico-mor, Al-Tachete. Salmo e cântico de Asafe.] A Ti, ó Deus, rendemos graças, [a Ti] rendemos graças, pois o Teu nome [está] perto, as Tuas maravilhas o declaram.
Sl 75:2 Quando Eu receber a congregação, julgarei retamente.
Sl 75:3 A terra e todos os seus habitantes [estão] dissolvidos, mas Eu fortaleci as suas colunas. (Selá.)
Sl 75:4 Disse eu aos loucos: Não procedais loucamente, e aos ímpios: Não levanteis a fronte;
Sl 75:5 Não levanteis a vossa fronte altiva, [nem] faleis com nuca que- não- se- dobra.
Sl 75:6 Porque nem do oriente, nem do ocidente, nem do sul [vem] a exaltação.
Sl 75:7 Mas Deus [é] o Juiz: a um abate, e a outro exalta.
Sl 75:8 Porque na mão do SENHOR [há um] cálice cujo suco de uva fermentou; [está] cheio de mistura; e dá a beber dele; mas as escórias dele todos os ímpios da terra as sorverão [e] beberão.
Sl 75:9 E eu o declararei para sempre; salmodiarei ao Deus de Jacó.
Sl 75:10 E cortarei fora todas as forças dos ímpios, [mas] as forças dos justos [serão] exaltadas.

LTT: Bíblia Literal do Texto Tradicional Receptus, sem notas